Wiki Page Content



Utilizar a macro MailTo ajuda-o a colocar o seu endereço de correio electrónico num wiki de forma segura, sem recear que o endereço seja recolhido por robôs de spam (robôs que coleccionam endereços de correio electrónico) e inundado por algum spammer.

Utilização

<<MailTo(Nome DOT Apelido AT exemplo DOT net)>>

ou

<<MailTo(Nome DOT Apelido AT exemplo DOT net, texto da ligação)>>

O que é que isto faz?

Temos de diferenciar entre utilizadores identificados e anónimos (que inclui os robôs de spam).

Os utilizadores identificados têm o direito de ler e utilizar o endereço de correio electrónico com um simples clique (caso contrário, não seria publicado num wiki).

Relativamente aos utilizadores anónimos, as coisas tornam-se mais críticas - podem ser utilizadores "normais", mas também alguém ou alguma coisa (como um robô de spam) a recolher endereços de correio electrónico, para os inundar de mensagens comerciais não solicitadas (este é um problema muito frequente na internet).

Utilizadores identificados

Os utilizadores identificados irão ver o seguinte:

Assim terão acesso a uma ligação mailto: de fácil leitura e acesso por clique.

Utilizadores anónimos

Os utilizadores anónimos (como robôs de spam ou outros robôs) verão apenas o texto literal do argumento definido na macro:

  • Nome DOT Apelido AT exemplo DOT net

Texto puro, sem ligação mailto:. Um ser humano inteligente seria capaz de interpretar isso e inserir esse endereço de correio electrónico manualmente num cliente de correio electrónico.

Mas, felizmente, um robô automático não consegue fazer nada a partir desse texto e irá ignorá-lo (excepto se for um robô especialmente inteligente. Se for esse o caso, leia mais em baixo) - e a macro cumpriu o seu objectivo, evitando o spam.

Como funciona e mais exemplos

Para utilizadores anónimos, a macro mostra o texto literal do argumento definido.

Para utilizadores identificados, a macro processa a string do parâmetro da seguinte forma:

  1. As palavras MAIÚSCULAS seguintes serão substituídas:
    • AT

      @

      DOT

      .

      DASH

      -

  2. As outras palavras MAIÚSCULAS como, por exemplo, NO SPAM NOSPAM WHATEVER I DONT WANT SPAM, etc. serão ignoradas (são substituídas por uma string vazia).
  3. Todos os espaços em branco são removidos.
  4. É criada uma ligação mailto:.

Claro que existe o risco de algum robô especialmente inteligente reconhecer as palavras de protecção de spam habituais, como AT, DOT ou NOSPAM, e convertê-las correctamente. Isto torna-se mais improvável se inserir palavras arbitrárias e espaços em branco. Um robô de spam que ainda assim consiga reconhecer o endereço, merece ter acesso ao seu endereço de correio electrónico. ;)

Pode ver facilmente os efeitos do MailTo comparando estes exemplos para utilizadores identificados e anónimos:

  • <<MailTo(Nome DOT Apelido AT exemplo DOT net)>> fica <Nome DOT Apelido AT exemplo DOT net>

  • <<MailTo(Nome . Apelido AT exe mp lo DOT n e t)>> fica <Nome . Apelido AT exe mp lo DOT n e t>

  • <<MailTo(Nome EU NÃO QUERO SPAM . Apelido@exemplo DOT net)>> fica <Nome EU NÃO QUERO SPAM . Apelido@exemplo DOT net>

  • <<MailTo(Nome próprio EU Apelido NÃO QUERO SPAM exemplo DOT n e t)>> fica <Nome próprio EU Apelido NÃO QUERO SPAM exemplo DOT n e t>

  • <<MailTo(Vorname DOT Nachname AT exemplo DOT net, "Me, Myself, and I")>> fica Me, Myself, and I <Vorname DOT Nachname AT exemplo DOT net>

(!) Devido à possibilidade de adicionais palavras MAIÚSCULAS, cada utilizador pode criar obstáculos para os robôs e para seres humanos. Se tornar o seu endereço de correio electrónico difícil para os leitores humanos, receberá menos mensagens. ;)

Feedback
Please include your contact information if you'd like to receive a reply.
Submit